Docentes da Engenharia Civil tomam posse no CREA-RS


918  26 de fevereiro de 2020

Os professores do curso de Engenharia Civil da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Christiane de Freitas e Marco Antônio Moreira, foram empossados conselheiros regionais no Conselho Regional de Engenharias e Agronomia do Rio Grande do Sul (CREA-RS). A participação dos docentes se dará na Câmara Especializada em Engenharia Civil (CEEC) representando a UCPel.

O curso já chegou a possuir um assento na câmara do conselho anteriormente. Porém, por motivos adversos, a presença da universidade foi descontinuada na entidade de classe. A retomada do espaço foi resultado da campanha de comemoração dos 50 anos da Engenharia Civil da UCPel e contou com apoio da Reitoria e do colegiado do curso de exatas.

Conselheira titular da cadeira, Christiane afirma a importância desta retomada. “É no CREA que são tomadas todas decisões relacionadas a nossa profissão, então poder fazer parte dessas deliberações é bem significativo”, comenta a docente. Outros tópicos relevantes apontados por ela são a possibilidade de congregar com engenheiros e outras instituições de ensino e também as discussões quanto às atualizações e mudanças de práticas.

Como conselheiros, os docentes estarão envolvidos com diversos processos, sejam eles advindos de escolas de Engenharia, processos éticos, entre outros. O cronograma são duas reuniões mensais em Porto Alegre, sendo uma delas uma plenária, onde se reunirão todas as câmaras existentes no conselho regional.

Marco Antônio explica que, devido ao grande período de tempo em que a universidade se manteve afastada do conselho, aos poucos os docentes vão redescobrindo o funcionamento da entidade. “E a universidade ser representada beneficia também os estudantes, porque aqui nós só formamos os alunos, quem habilita é o conselho, o CREA. E essa aproximação pode ser bastante positiva em termos de formação desses jovens”, salienta o professor que é conselheiro suplente.

A cerimônia de posse dos conselheiros ocorreu em janeiro na sede do Conselho Regional de Medicina, em Porto Alegre. O mandato é de dois anos e tem previsão de término para 2022.

 

Redação: Lia Xavier

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*